sexta-feira, 16 de maio de 2008

Cerveja artesanal – a saga

Não acredito que estamos pagando por algo que podemos ver de graça na TV. As pessoas neste cinema são um bando de idiotas. Especialmente você!”, disse-me Homer Jay Simpson, com o dedo em riste. Foi um recado duro, direto e, infelizmente, verdadeiro. Mas naquele momento nem adiantaria mais dar ouvidos a ele, pois já era tarde. Não devolveriam o meu dinheiro. E o filme se resumiu a um mero episódio espichado.

Fazendo um paralelo, o que leva uma pessoa a TENTAR produzir um produto tecnicamente complexo, que necessita de um investimento razoável para a compra de equipamentos, e que demando um bom tempo para o seu preparo, sendo que este mesmo produto pode ser encontrado, sem dificuldade alguma, em qualquer ambiente urbano, sem que se precise procurar muito, e a um preço razoavelmente baixo? Ao invés de comprar os ingredientes, moer o malte, cozinhá-lo, separar o líquido, acrescentar lúpulo, cozinhar mais, colocar o fermento, resfriar, colocar o líquido num outro local, vedado, onde possa fermentar por alguns dias, e depois engarrafar, fechar as garrafas, uma por uma, esperar mais alguns dias para maturar, para daí sim poder degustar a cerveja? Não seria muito mais fácil, prático e rápido entrar no bar mais próximo e pedir “a mais gelada, por favor”? Ou ir ao mercado, comprar umas garrafas/latinhas e deixar um tempinho no congelador?

Talvez as coisas não sejam tão simples assim. Se a cada dia mais pessoas produzem sua própria cerveja, isto deve ter alguma razão.

E por que diabos eu resolvi fazer parte deste grupo?

A minha primeira idéia, ao criar este blog, era seguir um tema específico, que inclusive já tinha sido escolhido: este do título acima. Eu queria relatar a fabricação da minha cerveja artesanal, seguindo todos os passos, da idéia ao produto final. A idéia era (e é) boa, mas ficaria um pouco estranho caso eu escrevesse sobre outro assunto. Preferi não restringir o tema, mas sem abrir mão de contar minhas agruras de futuro mestre cervejeiro.

Como exercício, vou começar escrevendo um pouco sobre a história desta bebida, seguindo uma seqüência cronológica. Não esperem rigor histórico, a Internet é recheada de site sérios sobre o assunto.

Related Posts with Thumbnails