sábado, 15 de novembro de 2008

Vadiagem instuticionalizada.

Hoje é feriado. Por ser sábado podemos dizer se tratar de um semi-feriado, mas não deixa de ser.

Não gosto de feriado, creio que há muitos deles durante o ano. Fosse por mim, eliminaria a maioria deles, deixando apenas o Natal, a Sexta-feira Santa, o dia da pátria (no meu caso, 20 de setembro) e algum outro dia Santo, como Corpus Christi. E deu! Dia do trabalho, do município, finados, 1º de janeiro, Tiradentes, proclamação da república? Ah vão trabalhar seus vagabundos!

Um dos mais bizarros para mim é justamente o de hoje, 15 de novembro. A substituição do regime monárquico pela república não foi mais do que uma obrigação por parte dos brasileiros. Aliás, vergonhosamente a fizeram apenas 67 anos após a independência, muito tempo depois de nossos vizinhos atrasados.

É bem verdade de que o fato foi importante, mas fazer toda a cadeia produtiva do país parar somente para lembrar algo que de algum modo ou de outro acabaria acontecendo? Patrões pagando salários para funcionários que, ao invés de produzir, ficam o dia enchendo a cara, sem saber o motivo pelo qual não precisam ir trabalhar.

E tem gente que não sabe por que esse país não dá certo.
Related Posts with Thumbnails