segunda-feira, 20 de abril de 2009

Eu não gosto de futebol!

Verificando a lista de assuntos sobre os quais escrevi até então neste espaço, o nobre esporte bretão se sobressai sobre todos os demais, inclusive sobre as bobagens. E isso que durante o 2009, dediquei apenas dois pequenos textos ao tema.

O motivo desta diminuição se deve ao meu outro blog, o Futebol Força (para os íntimos: FF.com), um projeto mais sério e bem intencionado.

..................................
A propósito, não sei mais por tempo escreverei lá. Por mais entuasiasta que eu seja da idéia, lamento pelo fato dele ter sido praticamente abandonado pelos demais colaboradores: dos dez textos mais recentes, que aparecem na página inicial, sete são meus. Penso que um blog que almeja um pouco mais de notoriedade, como é o caso do FF.com, precisa de atualizações mais frequentes, pelo menos uns três textos semanais. Mas não queria e nem teria como me dedicar tanto assim, já tenho um pouco de dificuldade em escrever um por semana, sem deixar o ADHD de lado, além de não desejar que o espaço se torne exclusivo meu.

É uma pena, mas já estou pensando seriamente em distribuir currículos em outros blogs, vai que alguém esteja precisando de colaboração...
..................................


Voltando ao texto, escrevo bastante sobre o tema por me envolver e acompanhar o esporte. Mas estou chegando à uma conclusão inquietante: acho que eu não gosto de futebol!


Pago R$ 59,90 por mês para assistir aos jogos dos Campeonatos Gaúcho e Brasileiro em casa. Como já aconteceu no ano passado, o PFC (canal do ppv) disponibilizou os jogos da fase final de todos os campeonatos que transmite a todos os assinantes: ou seja, eu tenho à disposição jogos decisivos dos torneios gaúcho, carioca, paulista, mineiro, catarinense, paranaense e goiano. isto sem contar com aqueles transmitidos pela ESPN (cujo sinal também recebo) e a tv aberta, com as ligas europeias.

Neste fim-de-demano não assisti a nenhum jogo, nem sequer parte de algum deles, tanto no sábado quanto no domingo.

Como dizer que gosto de futebol se abro mão de acompanhar tantos jogos decisivos?

Pra ser sincero, dificilmente vejo um jogo que não seja do Grêmio. Num rara exercício de memória, cito River Plate x Nacional e Guaraní-Py x Boca, ambos pela Libertadores e há pouco tempo. Mas compreende-se pelo fato de eu ser um grande admirador do futebol sulamericano, e a Libertadores é um torneio que me fascina, inclusive por razões extra-campo.

Parece que realmente não gosta tanto assim de futebol.
Related Posts with Thumbnails