sexta-feira, 18 de março de 2011

¡Si, nosotros podemos!

A colombiana Shakira Isabel Mebarak Ripoll apareceu no mundo da música em 1996 com o álbum Pies Descalzos, dos sucessos Estoy Aqui e ¿Donde estás Corazón?. Aproveitando a mania dos álbuns acústicos da MTV, lançou o seu Unplugged em 2000. O vídeo abaixo é deste show.


Não que se trate de um caso de obesidade, mas se percebe claramente nas imagens que a cantora encontra-se um pouco acima do peso, até o figurino típico de quem deseja esconder 'medidas' a denuncia. 

Algumas pessoas diriam estarem satisfeitas com o corpo. Outras alegariam hipotireidismo, consumo de corticóides, enfim, algo inevitável e alheio às suas vontades. Outras ainda diriam que é necessário combater o bullying e que deveria haver poltronas maiores nos cinemas e nos ônibus, aviões... 

Shakira não.

Não sem passar por muito sacrifício, a colombiana agora exibe esta silhueta que pode ser vista no vídeo abaixo, e que minha esposa, eu e mais 20 mil pessoas pudemos conferir ao vivo neste dia 15 em Porto Alegre:


 Somente um pequeno comentário a respeito do show: ele foi muito bom. Ao contrário de muitos outros artistas, que optam por saturar suas apresentações com "penduricalhos" estéticos, como o U2 com suas 500 bilhões de luzinhas coloridas, o Kiss com seus fogos de artifício e os Rolling Stones com sua ponte retrátil, o show da colombiana é basicamente sua própria performance, cantando e dançando. Ela é o espetáculo, não se fazem necessários apêndices. E até Metallica ela cantou. Com uma batida caribenha, mas cantou.

Mas voltando ao tema: além de dinheiro para contratar os melhores nutricionistas, personal trainers e cirurgiões plásticos, o que a Shakira tem que lhe permite exibir um corpo assim que nós todos com o IMC maior do que 25 não temos? Como ela consegue ter esta silhueta enquanto que nós esbarramos naqueles quilinhos (ou até quilões) pra mais?

Estou convencido que tem algo a ver com disciplina e força de vontade. 

Pois bem, tomemos-na como exemplo. Parafraseando o Obama: "sim, nós podemos!".
Related Posts with Thumbnails