quarta-feira, 11 de março de 2009

Cansaço

Estranho, não sei por que motivo me senti muito cansado no final da tarde de hoje. Estranho mesmo, pois ainda teria que ficar no consultório até perto das 20:00, como de rotina, e dificilmente o cansaço me atinge tão cedo.
Fiquei pensando qual seria o motivo: ontem dormi à meia-noite, o que é normal. Consegui ter uns 15 minutos de sesta após o meio-dia, o que é raro, mas teoricamente traria o efeito contrário, e não mais cansaço.
Seria nervosismo por causa do jogo do Grêmio que agora assisto? Afinal, estamos no dilema: precisamos vencer, mas com a vitória nosso técnico permanecer por mais tempo nos importunando. Claro que eu quero a vitória, mas também quer ver o meu Grêmio livre do Roth.
Bem, está dando certo, pois estamos vencendo. Mas o texto é sobre meu cansaço e não sobre futebol.
De repente me dou conta da razão: pela enésima vez estou recomeçando meu projeto permanente de reeducação alimentar (leia-se dieta, regime ou fome). Também, se até meu amigo Pe. Kiko disse ontem que eu havia engordado, acho que novamente cheguei a um patamar insustentável.
Mas desta vez é pra valer, assim como deveriam ter sido todas as outras. Estava cansado por ter comido muito pouco durante o dia. Sei que esta é, segundo os nutricionistas, a pior forma de se perder peso, mas é a única que funciona comigo.
Pelo menos faço meu jejum de Quaresma.
Related Posts with Thumbnails