quinta-feira, 16 de junho de 2011

Ponto Final.

A literatura sobre futebol é ainda bastante incipiente no Brasil, mas a cada ano aumentam os lançamentos sobre o tema. Histórias e personagens temos de sobra, muitos ainda desconhecidos do grande público, apesar do currículo invejável. Um desses exemplos é o do jogador Bebeto. Não o baiano, mas sim o Canhão da Serra, que marcou 398 gols em sua carreira (somente 3 a menos do que o homônimo baiano) e que marcou época no Gaúcho de Passo Fundo.

A história do craque e uma completa ficha com suas partidas, os clubes onde atuou e os gols que marcou podem ser encontrados no livro Bebeto, o Canhão da Serra, do jornalista Lucas Scherer, e que eu recebi de presente do meu amigo Marcus Freitas (valeu, Marcão).

Related Posts with Thumbnails