domingo, 28 de junho de 2009

Auf Wiedersehen, vovó.

Nunca quis fazer com que este blog se tornasse uma espécie de diário virtual, onde eu tão simplesmente registrasse os fatos por mim vivenciados. Longe disso, pode até acontecer de eu comentar algum fato pontual, mas não quero fazê-lo de modo rotineiro.

É por este motivo que ainda não comentei nada a respeito da minha vovó Adelaide, que nas primeiras horas do dia 20 de junho nos deixou, tão somente 11 meses e 3 dias do vovô ter feito o mesmo.

Demorei mais de semana para escrever sobre isso pois não queria fazê-lo apenas na condição de registro, mas talvez criar algo com mais conteúdo para homenageá-la, assim como fiz para o vovô. Mas não tive a inspiração, ou pior, a competência para tanto.

Privados de sua presença fisica, restam as lembranças dos tantos bons momentos que passamos juntos, dos seus ensinamentos, das suas comidas, das suas histórias, seja ainda da Alemanha ou dos primeiros anos de Brasil, enfim, da sua presença que tanto nos marcou, além é claro da fé e da esperança na vida eterna, na graça de Deus pai.

Pois tenho certeza que ela agora está no céu, jogando cartas com o vovô, e olhando por nós.

Related Posts with Thumbnails